Seja bem vindo
Naviraí - MS,18/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Com enredo sobre força da mulher negra, Viradouro é a campeã

Vice campeã de 2023 foi a última a se apresentar na Sapucaí no Carnaval 2024

Fonte: REPRODUÇãO - INSTAGRAM
Com enredo sobre força da mulher negra, Viradouro é a campeã Desfile da Viradouro

Última a se apresentar na Sapucaí, escola impressionou com fantasias e alegorias pensadas para os novos efeitos de luz do sambódromo.

A Unidos do Viradouro, escola de samba de Niterói, mostrou a força da mulher negra, através do culto à cobra sagrada e sabedoria africana. O enredo Arroboboi, Dangbé, do carnavalesco Tarcísio Zanon, foi representado por um “exército” de mulheres negras, integrantes da escola, que desmistificaram a batalha que transformou uma cobra em deusa na África.  

“Vive em mim/ A lealdade das irmãs de cor/ E a força que herdei de Hundé e da luta Minó/ Vai serpenteando feito rio ao mar/ Arco-íris que no céu vai clarear”, apresenta trecho do samba. Wander Pires foi o intérprete e Ciça o mestre de bateria. 

Em 2023, a escola ficou em segundo lugar com enredo sobre a vida de Rosa Maria Egipcíaca da Vera Cruz, considerada a primeira mulher negra a escrever um livro no país.  

Viradouro celebra vitória no Carnaval do RioA atriz Erika Januza desfilou como rainha de bateria da Viradouro pelo terceiro ano consecutivo. “A importância do enredo é enorme. É uma religião de matriz africana, mas não é a religião mais conhecida, porque o vodum não é nada do que as pessoas pensam, aquela coisa de espetar bonequinho, não é aquilo. Vodum é uma outra coisa. E a cobra para eles é uma divindade, então é um culto a serpente, porque a história conta que a serpente ajudou aquela tribo de guerreiras a ganhar uma guerra. Então a gente está sempre aprendendo com o carnaval”, diz Erika. 

A vermelha e branca de Niterói correspondeu às expectativas do público e encerrou o carnaval de maneira avassaladora, com um conjunto de fantasias e alegorias pensados para os novos efeitos de luz do sambódramo.

Outro ponto alto foi a comissão de frente, em que um cobra gigante rastejava pela chão. Além da bateria, que, com um naipe de atabaques – pertinente com o enredo religioso -, entregou uma das melhores apresentações. 




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.