MENU
Sul News
Naviraí - MS, 23/8/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Estrondo assusta moradores da zona Sul

JOINVILE

Foto: ROBERTO LORENZON
Estrondo assusta moradores da zona Sul
Benoni Madeira, morador da comunidade

- Barulho seguido de um leve tremor foi sentido por milhares de moradores de Joinville e até em Araquari. A Defesa Civil ouviu relatos e acompanha o caso. Não há registro de estragos - 

ROBERTO LORENZON / ACONTECEU

Na manhã desta terça-feira, o coordenador regional da Defesa Civil, Antônio Edival Pereira, foi até os dois pontos mais afetados — a rua Miguel Pereira, onde os moradores disseram sentir um forte cheiro de pólvora após o estrondo; e a comunidade Nossa Senhora do Bom Parto, na Estrada Rio do Morro, onde o estrondo foi sentido com mais intensidade. 

A Defesa Civil também esteve no local e não constatou nada que pudesse ser registrado. "A gente ouviu um "bum" que parecia um trovão, mas só que o barulho era diferente. Até saí para fora para ver se havia acontecido alguma coisa, mas estava muito escuro", diz Benoni Madeira, morador da comunidade, que fica em frente a uma pedreira. 

A suspeita de que pudesse ter ocorrido algum tipo de detonação foi descartado pelos diretores da pedreira. Segundo o Observatório Sismológico do Centro Nacional de Monitoramento Sismológico, sediado na Universidade de Brasília (UnB-DF), que estuda e faz o acompanhamento quase em tempo real dos fenômenos geológicos (principalmente os tremores de terra causados por terremotos e por explosões).

O último tremor de terra registrado em Santa Catarina ocorreu em Jaraguá do Sul, na tarde do último dia 27 de março, com magnitude de 2.3 na escala Richter. 

Não havia, até o fim da manhã desta segunda-feira, qualquer fenômeno registrado em Joinville. 

A Defesa Civil alertou os moradores das regiões para que acionem o órgão (pelo telefone 199) se outro estrondo for ouvido ou sentido nas próximas horas.