MENU
Sul News
Naviraí - MS, 24/11/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Atendimento para mulheres e crianças no HU deve custar R$ 34 milhões

DOURADOS

Foto: HÉLIO DE FREITAS
Atendimento para mulheres e crianças no HU deve custar R$ 34 milhões
Centro de Formação Profissional

HÉLIO DE FREITAS / CAMPO GRANDE NEWS

Na visita que faz nesta semana à Dourados, acompanhado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o ministro da Educação - Mendonça Filho, lançou a construção da Unidade da Mulher e da Criança, que será construída no Hospital Universitário (HU), e inaugurou o Centro de Formação Profissional “Professora Evanilde Costa da Silva”, no Jardim Água Boa.

A Unidade da Mulher e da Criança será construída anexa ao HU da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), para atender mulheres e crianças das regiões da Grande Dourados, Cone-Sul e fronteira. 

Mendonça Filho liberou, em ato de assinatura da ordem de serviço, os R$ 10 milhões iniciais, de um total de R$ 34 milhões, para haver a construção da primeira etapa do cronograma de obras, com previsão de entrega em dois anos. Após a conclusão de cada fase, o espaço já poderá ser utilizado, sem interferir nas demais etapas.

A unidade terá 6.370,68 metros quadrados de área construída. A primeira etapa terá 55 leitos e serviços de pronto-atendimento pediátrico, pronto-atendimento obstétrico, alojamento conjunto da maternidade, centro de parto normal com cinco quartos, centro obstétrico com quatro salas cirúrgicas e ambulatório pré-natal de alto risco, além de estruturas de apoio.

A segunda etapa inclui 3.304 metros quadrados, com 80 leitos, distribuídos entre UTI pediátrica e neonatal, Unidades de Cuidados Intermediários, além de estruturas de apoio, como Banco de Leite Humano, ambulatório para recém-nascido, plantão e apoio ao ensino e pesquisa. O cronograma de repasses prevê R$ 10 milhões hoje, R$ 12 milhões em 2018 e R$ 12 milhões em 2019.

ESCOLA

O ministro e o governador inauguraram o Centro de Formação Profissional "Professora Evanilde Costa da Silva", construída pelo governo do Estado com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O prédio com 12 salas de aulas, seis laboratórios básicos, auditório, biblioteca, refeitório e área de convivência, quadra poliesportiva coberta e dois laboratórios foi construído ao lado do Parque Ambiental do Córrego Rego D’Água, no Jardim Água Boa, com investimentos de R$ 8,7 milhões.

A escola é destinada à educação profissional técnica de nível médio. Por enquanto a unidade está com inscrições abertas para cursos de técnicos de informática, eletrotécnica e restaurante e bar, num total de 120 vagas. A capacidade total é de atender 1.200 estudantes nos três turnos de funcionamento.