MENU
Sul News
Naviraí - MS, 14/12/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Cães e gatos neste mês serão vacinados

NAVIRAÍ

Foto: ARQUIVO
Cães e gatos neste mês serão vacinados
Vacinação antirrábica começa a ser realizada na zona urbana

Após a realização da campanha de vacinação na zona rural que, segundo o Gerente do Núcleo de Vigilância Sanitária, veterinário José Mário Fernandes, a meta foi atingida, agora a mesma será realizada na zona urbana, com a ação de imunização e prevenção contra a raiva animal. Como ocorreu na zona rural, espera-se atingir a meta também na zona urbana.

A campanha tem por objetivo estabelecer uma barreira imunológica capaz de interromper a transmissão do vírus da raiva na população canina e felina. Deverão ser vacinados cães e gatos a partir de três meses de idade, se possuir a carteira de vacinação levar para o registro da dose aplicada.

Para o desenvolvimento da campanha a prefeitura vai contar com 12 postos de vacinação distribuídos por toda a cidade, que atenderá das 8h às 17hs, citando:

Dia 12 de agotso, na Escola Municipal Odercio de Matos, no Bairro Harry Amorim Costa; Escola Estadual Antonio Fernandes, no Jardim Progresso e no Centro de Especialidades Médicas, antiga Assistência próximo a Capela Mortuária.

Dia 19, na Escola Municipal Maria de Lourdes Aquino, no Jardim Boa Vista; Escola Municipal Marechal Rondon e Extensão da Escola Municipal José Martins Flores, no BNH Velho.

Dia 26, no Posto de Saúde Carlos Vidoto e na Escola Municipal Milton Dias Porto, no Bairro Jardim Paraíso; no Posto de Saúde Vila Nova, no conjunto habitacional Vila Nova.

Dia dois de setembro, na Praça Prefeito Euclides Fabris, no Centro; no Posto de Saúde Varjão e na Escola José Martins Flores, no Jardim Sol Nascente.

A raiva é uma doença que acomete esses animais e que pode ser transmitida aos homens. A transmissão da raiva se dá pela saliva do animal contaminado pelo vírus da raiva, através de lesão da pele do novo hospedeiro. Esse vírus pode ser inoculado por arranhadura, mordida ou lambida do animal doente.

Característica da doença é o aumento da agressividade do animal doente, o que facilita o ataque do doente a um novo animal ou ao homem.