MENU
Sul News
Naviraí - MS, 14/12/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Arara vermelha morre ao ficar presa na rede elétrica

CAMPO GRANDE

Foto: MARCOS ERMÍNIO
Arara vermelha morre ao ficar presa na rede elétrica
Animal ficou preso e morreu eletrocutado

PRISCILA PERES

Uma arara vermelha morreu na manhã deste domingo, ao ficar presa na rede alta tensão de uma rua do bairro Aero Rancho, em Campo Grande. Moradores viram quando os animais comiam frutas da arvore e aconteceu o acidente.

Ivonete de Mello, 34, é técnica em química e contou que haviam quatro casais de araras na árvore comendo nesta manhã, como elas costumam fazer diariamente na Pedro Correa da Silva, durante a manhã e tarde.

“Quando cheguei os fios estavam com curto circuito, tinha acabado de acontecer e a arara estava morta”, disse ela triste com a situação. No bairro, as araras fazem parte da rotina dos moradores, que se entristecem sempre que algo do tipo acontece.Moradores tristes com o acidente. (Foto: Marcos Ermínio)

Moradores tristes com o acidente (FOTO - MARCOS ERMÍNIO)

Ivonete acredita que falta de poda na árvore pode prejudicar os animais, mas salvá-los desses perigos não é tão simples. O Instituto Arara Azul acompanha os casos de araras eletrocutadas desde 2011 e atua para impedir os acidentes.

A presidente Neiva Guedes afirma que já foram catalogados 25 animais mortos dessa maneira, mas o número real pode ser bem maior. “É comum acontecer, principalmente quando tem ninho perto da rede de alta tensão”.

Para a pesquisadora a poda a árvore não resolve o problema, por isso o Instituto tem uma parceria com a Energisa que faz algumas ações para evitar os acidentes, como encapar os fios em áreas onde as araras costumam ficar.

A situação acontece porque as araras se sentem à vontade em Campo Grande, mas não sabem identificar perigos como a rede de alta tensão. “Elas não reconhecem o fio como uma ameaça”, afirma.