MENU
Sul News
Naviraí - MS, 23/5/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Policial federal é indiciado por homicídio doloso

NAVIRAÍ

Foto: EDILSON OLIVEIRA
Policial federal é indiciado por homicídio doloso
Amigos de Everton na frente da Delegacia de Polícia Civil de Naviraí

- Policial fugiu sem prestar socorro e prestou depoimento três dias depois do crime -

RENATA HADAD / CAMPO GRANDE NEWS

O policial federal Alexandre Cavalcanti de Oliveira, foi indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar, depois de atropelar e matar o adolescente Everton da Silva Pessoa (17 anos) e fugir sem prestar socorro. O acidente aconteceu no dia treze de março em Naviraí.

Além de atropelar Everton, outros dois adolescentes que estavam com a vítima, também foram atropeladas e o policial vai responder por lesão corporal.

Após ouvir testemunhas e receber o laudo pericial, o delegado Eduardo Lucena, que investiga o caso, concluiu o inquérito no dia 16 de maio e o encaminhou ao Ministério Público, que vai avaliar o caso nos próximos dias.

Alexandre que mora no Rio de Janeiro, estava em Naviraí para um trabalho. Ele se apresentou na delegacia três dias depois do acidente e contou que no dia do atropelamento, estava em casa, quando ficou com fome e resolveu ir até uma lanchonete.

Contou ainda que soube da apresentação de uma dupla sertaneja na cidade e foi até a casa de shows. O atropelamento aconteceu na avenida Campo Grande. No depoimento, Alexandre afirmou que não viu os adolescentes pois estava chovendo e não tinha energia elétrica na cidade.

Ele disse ainda que depois do impacto, olhou pelo retrovisor, viu vultos, mas não parou com medo de ser agredido. O policial relatou ainda que não bebeu durante o show.

Segundo versão das testemunhas que estavam na casa de shows, Alexandre foi visto bebendo. O Detran do Rio de Janeiro, divulgou que o policial está proibido de dirigir, depois de ter sido flagrado conduzindo um carro, embriagado.

ACIDENTE

Na madrugada do dia 13 de março, Everton da Silva Pessoa, 17 e duas jovens de 17 e 18 anos, foram atropeladas por um carro de cor preta.

As vítimas estavam em um grupo de cinco amigos. Os três atropelados caminhavam pela rua após saírem de um show e os outros dois amigos estavam na calçada.

O grupo caminhava em direção ao centro da cidade, quando um carro desgovernado atropelou os três. Bianca Pessoa, de 18 anos foi socorrida em estado grave, já a adolescente teve apenas ferimentos leves. Everton também foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.