Seja bem vindo
Naviraí - MS,18/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Diarista é vítima de feminicídio

CAMPO GRANDE

Fonte: IDALCI SOLANO
Diarista é vítima de feminicídio Carro da funerária estacionado em frente a casa onde ocorreu o crime

CAMPO GRANDE NEWS

Com nove facadas, a dona de casa ]oelma da Silva André, 33 anos, foi morta por seu compnheiro - Leonardo da Silva Lima. A diarista recusou a ajuda dos militares durante a madrugada de quarta-feira. O crime aconteceu na região do Núcleo Industrial, em Campo Grande. Ela foi assassinada com nove facadas, três delas desferidas contra o rosto. 

Em nota, a Polícia Militar esclareceu que eles foram acionados por vizinhos, onde a ocorrência envolvia um homem e uma mulher. Segundo a PM, assim que a equipe chegou ao local, encontrou o casal dentro da casa sem nada que indicasse risco à Joelma. 

Ainda segundo a polícia, foi feita uma conversa em um lugar reservado com a Joelma. Mesmo assim, a polícia garante que ainda ofereceu apoio, mas ela recusou. Conforme a nota, a PM chegou a acompanhar a saída do homem da residência juntamente com seus pertences. 

A assessoria deixou claro que, assim que os militares foram acionados, chegaram imediatamente para prestar o atendimento necessário. 

CRIME

Conforme a Polícia Civil, Joelma e o autor foram casados por quatro anos, mas estavam em processo de separação. Ontem, os dois foram para a casa de amigos beber. A mulher foi embora de carona com outra pessoa. Enquanto Leonardo foi direto para a casa, mas não a encontrou. Na sequência, ele voltou e acusou a mulher de traição. 

O casal brigou e os filhos chamaram a Polícia Militar (PM). O agressor foi embora na madrugada e voltou depois que a polícia saiu. Passadas algumas horas, os vizinhos ouviram os gritos dos filhos e encontraram a vítima morta com a faca cravada no peito. 




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.