MENU
Sul News
Naviraí - MS, 22/11/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

PF age dentro da Prefeitura de Três Lagoas

OPERAÇÃO CAMBOTA

Foto: RICARDO OJEDA
PF age dentro da Prefeitura de Três Lagoas
Policia Federal vasculhando documentos

- As portas da Prefeitura estão abertas para a Polícia federal e a investigação é sobre a gestão padssada, diz o prefeoto Angelo Guerreiro (PSDB). O prejuízo chega a R$ 800 mil -

ALINE DOS SANTOS / CAMPO GRANDE NEWS

O prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), afirma que a operação Cambota, realizada nesta terça-feira, pela Polícia Federal (PF), não tem relação com seu mandato e que a Prefeitura está de portas abertas. “A petição já veio em nome de uma determinada empresa, que prestava serviço de manutenção de veículos. Eles estão apanhando a documentação e as portas estão abertas. Se há indício, tem que ser esclarecido. Nós prezamos pela transparência”, afirma o prefeito.

Ainda segundo ele, a operação investiga o período de 2015 a 2016 e que dois funcionários, que eram responsáveis pela parte de mecânica na gestão passada, foram exonerados. Em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU) de Campo Grande, a ação da PF tem 13 mandados de condução coercitiva e sete mandados de busca e apreensão, que serão cumpridos em Três Lagoas e Dourados. As ordens judiciais foram expedidas pela 3ª Vara Criminal de Três Lagoas.

A investigação aponta que, no período de 2015 a 2016, um grupo de servidores da Prefeitura e empresários do ramos de oficinas teria direcionado e superfaturado contrato de manutenção da frota de veículos. Num dos casos, foi constatado superfaturamento na ordem de até 486% do valor das peças substituídas pelas oficinas mecânicas.

Conforme a PF, o prejuízo chega a R$ 800 mil. Cambota é o nome popular do virabrequim, peça responsável pela movimentação do automóvel. Como a fraude consistia em direcionar e majorar serviços nos automóveis da frota, o nome faz alusão à atuação policial, no sentido de desarticular a organização criminosa impedindo sua movimentação. Ao todo, a operação conta com 67 policiais federais.