MENU
Sul News
Naviraí - MS, 22/11/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Ponto de encontro de motoclubes, evento movimenta economia

CAMPO GRANDE

Foto: DIVULGAÇÃO
Ponto de encontro de motoclubes, evento movimenta economia
Moto Road começou no dia 6 e termina domingo, em Campo Grande

- Moto Road começou no dia 6 e termina domingo, no Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande -

RICARDO CAMPOS JÚNIOR / CAMPO GRANDE NEWS

Tradicional ponto de encontro de motoclubes, aventureiros e amantes da velocidade, o Moto Road completa 19 anos de fundação com mais uma edição em Campo Grande atraindo pessoas de outros Estados e ajudando a aquecer a economia da cidade. Conforme a organização, mais de três mil turistas foram esperadas na cidade para o evento.

Isso quer dizer que essas pessoas que movimentam a rede hoteleira, além de postos de combustíveis, bares e restaurantes. “Somente nesta sexta-feira chegaram 1,5 mil motos do Paraná e São Paulo. Muitos deles aproveitam também a estadia em Mato Grosso do Sul para conhecer Bonito e o Pantanal”, explica José Lopes Alencar, organizador e fundador do evento.

Além disso, segundo ele, o Moto Road também é vista como uma excelente oportunidade para empresários que trabalham como peças e acessórios para motos, que viajam quilômetros até a Capital para expor seus produtos e fechar negócios.

Wilson Aparecido Muller é um deles. Dono de uma fábrica de triciclos motorizados, ele participou de todas as edições e diz que em média sai deles com três veículos encomendados, quantidade bastante expressiva tendo em vista o preço unitário deles. “Essa foi uma as melhores vitrines que já encontrei no mercado”, comenta.

Motorhome usado pela família de trabalhador autônomo para viajar com conforto até Campo Grande (Foto: João Paulo Gonçalves)
Motorhome usado pela família de trabalhador autônomo para viajar com conforto até Campo Grande (Foto: João Paulo Gonçalves)

AVENTURA

O autônomo Volnei Fonseca, 34 anos, juntou a família dentro de uma “casa motorizada” e saiu de Santa Catarina para participar do Moto Road. O veículo tem banheiros, cozinha, quarto e até televisão, dando todo o conforto de que o grupo precisa. “Nós vamos mais pelo passeio mesmo. É muito bacana viajar assim”, disse ao Campo Grande News.

O empresário Claudinei José Caetano, 42 anos, veio de moto com a esposa também do sul brasileiro. Pela segunda vez em terras sul-mato-grossenses, já deu um pulo em Bonito, onde passou o feriado de 7 de Setembro. “O que o Moto Road representa para mim? Liberdade. Nós temos prazer em viajar”, afirma o empresário.

TRADIÇÃO

O evento deixou de ser realizado em Campo Grande por duas edições na época em que o Ministério Público estava questionando se o Parque de Exposições Laucídio Coelho era adequado para receber shows musicais tendo em vista o barulho que incomodava os vizinhos da região.

Nessa época, Florianópolis recebeu o evento, embora José Lopes não tenha perdido esperança de um dia poder realizá-lo novamente no lugar onde nasceu. “Foi muito bom poder fazer o evento em outros estados, mas o Moto Road nasceu em Campo Grande, aqui era a casa dele”, completa. “Esse ano o evento está se tornando um festival musical, sempre dando espaço para os grupos e bandas locais”, completa o organizador.

O Moto Road segue até domingo. Os ingressos de hoje custam R$ 40 (inteira antecipado, individual para pedestres), mas na hora custarão R$ 50. O evento foi aberto com a semi-final do Desafio Indoor de EnduroCross, ontem, às 18h

Às 23h começou a programação musical, com o grupo Cidade Negra.Empresário José Caetano veio de Santa Catarina para o Moto Road. Organização estima que evento atrairá mais de 3 mil turistas (Foto: João Paulo Gonçalves)

Empresário José Caetano veio de Santa Catarina para o Moto Road. Organização estima que evento atrairá mais de 3 mil turistas (Foto: João Paulo Gonçalves)