MENU
Sul News
Naviraí - MS, 26/9/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Santa Casa ameaça fechar leitos de psiquiatria

CAMPO GRANDE

Foto: ARQUIVO
Santa Casa ameaça fechar leitos de psiquiatria
Santa Casa de Campo Grande

- A extinção das vagas significaria a redução de 20% dos leitos no município -

GUILHERME HENRI / CAMPO GRANDE NEWS

A Santa Casa de Campo Grande cogita fechar o setor de psiquiatria. A extinção das 10 vagas da unidade de saúde significaria a redução de 20% dos leitos que são ofertados pelos hospitais capacitados em oferecer o atendimento na área, considerando que no total, o município têm apenas 52 vagas.

Campo Grande News ainda apurou que o assunto foi debatido em reunião com a diretoria do hospital e o comunicado do fechamento já circula entre médicos residentes da ala.

Questionada, a Secretaria Municipal de saúde, via assessoria, confirma a denúncia e ainda informa que a possibilidade de fechamento da psiquiatria vem sendo cogitada há meses. A secretaria informa que não concorda com a medida e, por meio da coordenadoria de saúde mental encara a questão com preocupação, pois a medida pode prejudicar a assistência de pacientes que necessitam deste atendimento em especifico.

Por meio de nota, a secretaria ainda diz que “tem buscado insistentemente um entendimento com o hospital, justamente por conta da necessidade de se manter o atendimento à população. Inclusive, propôs aumentar em pelo menos 6 vezes o financiamento do serviço, entretanto o hospital se mantém irredutível”.

Hoje, além da Santa Casa, o município tem convênio com o Hospital Nosso Lar (30 leitos ) e Hospital Regional (12 leitos) para tratamento psiquiátrico.

SANTA CASA

A assessoria de comunicação da Santa Casa informou que não há nenhum comunicado oficial sobre o fechamento do setor de psiquiatria.

POLÊMICA

No mês passado, o hospital havia fechado os portões do Pronto Socorro para a demanda espontânea de emergências do município, deixando apenas a entrada livre para pacientes regulados.

A alegação da unidade de saúde na época foi de que, além da superlotação de pacientes, a Santa Casa opera com déficit de R$ 3 milhões mês.