MENU
Sul News
Naviraí - MS, 17/12/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Professores podem entrar em greve na semana da volta às aulas

ENSINO BÁSICO

Foto: ARQUIVO
Professores podem entrar em greve na semana da volta às aulas
Professores na última assembléia, na Fetems

Em meio às negociações salariais entre o governo e os representantes dos professores, o retorno das aulas da rede estadual, marcado para terça-feira (dia 25), pode ser conturbado. Nesta segunda-feira (dia 24), a administração estadual deve apresentar proposta quanto o reajuste do piso salarial e, no dia seguinte, ocorre assembleia da categoria. Existe possibilidade de greve geral.

A greve já havia sido deliberada no dia 30 de junho. No entanto, na semana passada, na quinta-feira (dia 20), comissão de negociação da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) se reuniu com o governo, que solicitou, até segunda-feira 24), prazo para apresentar proposta relativa ao cumprimento da Lei 11.738/2008, que estabelece o reajuste do piso salarial dos professores da rede estadual de ensino. Inicialmente, a administração estadual sinalizou aumento de 2,94%. O índice definido pela lei é de 7,64%.

Ainda na quinta-feira (20), representantes dos 74 Simteds (Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação), 14 regionais que compõem a Fetems e os delegados de base da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) se reuniram na sede da Federação, em Campo Grande.

No encontro, ficou decidido que serão realizadas assembleias nos municípios para avaliar a proposta do governo de reajuste salarial e decidir se a aceitam ou não. No quinta-feira (dia 27), ocorre assembleia geral da Fetems para deliberar sobre o que foi decidido nos municípios.

“Nossa obrigação é dar voz aos trabalhadores em educação e lutar por seus direitos nas negociações. Agora, cabe aos educadores decidirem se acatam ou não a proposta que será apresentada na segunda-feira”, afirmou o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, conforme matéria, publicada no site da Federação.

O retorno das aulas está marcado para terça-feira (25), dia que ocorrem as assembleias nos municípios.