MENU
Sul News
Naviraí - MS, 21/10/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Exposição no Marco abre hoje com quatro mostras diferentes

PINTURAS E ESCULTURAS

Foto: ACERVO PESSOAL
Exposição no Marco abre hoje com quatro mostras diferentes
Pintura de Antonio Lima é parte da mostra com técnica Naif

O Museu de Arte Contemporânea (Marco) abre hoje uma nova temporada de exposições, com entrada gratuita para o público. Serão quatro mostras de estilos e inspirações diversas, abertas até setembro.

A temporada é composta pelas mostras "Primitivos", coletiva de Agnes Rodrigues, Ana Luiza Martins, Anelise Godoy, Antônio Lima, Cecílio Vera, Lúcio Larangeira e Patrícia Helney (Campo Grande); "A Voz do Silêncio", com esculturas de Aldo Torres (Campo Grande); "Do lado de cá, do lado de lá", com pinturas executadas por Eugênia França (Contagem-MG) e "Cadafalso", que também apresenta telas produzidas por Alessandra Cunha (Uberlândia- MG).

A primeira é um mosaico da arte Naif que representa elementos sul-mato-grossenses como o Pantanal, o Cerrado e a Fronteira. A técnica Naif é reconhecida como a "arte ingênua", por suas formas que para muitos lembram traços de crianças e aparentemente simples. 

Escultura de Aldo Torres, da mostra “A Voz do Silêncio”.
Escultura de Aldo Torres, da mostra “A Voz do Silêncio”

Em "A Voz do Silêncio", Aldo Torres apresenta esculturas e composições de variadas dimensões. O artista utiliza madeira reciclada e transforma tacos de sinuca descartados, bengalas e baquetas quebradas em arte.

Na mostra "Do Lado de Cá, do Lado Lá", Eugênia França reúne pinturas que discutem capitalismo e humanidade, levantando discussão sobre a sociedade em que vivemos. Para criação das peças, foram utilizadas até lonas velhas de caminhões.

Por último, "Cadafalso" é um conjunto de pinturas de Alessandra Cunha criadas para tratar de um assunto sempre presente na sociedade: o machismo. Em um momento em que o feminismo se ergue forte nas manifestações de desejo de igualdade, homens e mulheres começam a perceber e lutar para dar um basta nas violências.

A Segunda Temporada de Exposições 2017 estará aberta à visitação de terça a sexta, das 7h30 às 17h30. Sábados, domingos e feriados das 14h às 18 horas. O Museu de Arte Contemporânea fica na Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000, no Parque das Nações Indígenas.