MENU
Sul News
Naviraí - MS, 17/10/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Fi da Paol incentiva eleitor a fazer a cadastro biométrico

NAVIRAÍ

Foto: EDILSON OLIVEIRA
Fi da Paol incentiva eleitor a fazer a cadastro biométrico
Fi da Paio foi fazer o cadastramento eleitoral

EDILSON OLIVEIRA

O vereador Claudio César Paulino da Silva (Fi da Paiol – PMDB) decidiu apoiar o Fórum Eleitoral da Comarca de Naviraí, na divulgação do cadastramento biométrico, que desde o início do ano forense vem sendo realizado na cidade e mais recentemente começou a ser feito em Itaquiraí, pertencente a mesma zona eleitoral.

Fi da Paiol foi fazer o recadastramento obrigatório de seu título de chamou os órgãos de imprensa para ajudar a divulgar para os eleitores a ação que deve ser feita até o início de maio de 2018. “Importante é não deixar para a última hora para evitar que haja inconvenientes e transtornos nos últimos dias do prazo fixado para a Justiça Eleitoral”, acredita.

A chefe do Fórum Eleitoral de Naviraí, Sirlene Shiota Meinhart disse que diariamente a média de atendimento dos dois servidores da Justiça Eleitoral tem sido 20 pessoas por dia, o que ela considera muito pouco. Ela calcula que no ritmo atual, apenas 2,5 mil pessoas devam ser atendidas até o início de maio, e Navirai, até o final da tarde de sexta-feira (sete de julho) contava com 35.387 eleitores e Itaquiraí tinha 13.630 iscritos para votar nas eleições de outubro de 2018. 

O RECADASTRAMENTO

O recadastramento biométrico é o procedimento o necessário para que a população vote na nova geração de urnas eletrônicas. Quando e eleitor for ao cartório eleitoral, para receber o atendimento, que em média dura 20 minutos, deverá ter uma amostra de sua assinatura, colhida na hora, em um pequeno aparelho, decve ser fotografado e terá suas impressões digitais capturadas.

O eleitor dos municípios onde está ocorrendo o recadastramento biométrico devem levar o título de eleitor, um comprovante de endereço (original e atualizado) e documento de identidade com foto.

O recadastramento é obrigatório e o não comparecimento leva ao cancelamento do título. Quem não se recadastrar não poderá obter empréstimo em qualquer estabelecimento de crédito, renovar matrícula em escolas e universidades oficiais, não pode se inscrever em concurso público, tirar passaporte, identidade e o CPF (Código de Pessoa Física), não pode receber remuneração caso seja um funcionário público e não poderá requerer aposentadoria no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

SISTEMA BIOMÉTRICO

As urnas biométricas reconhecem o eleitor através de sua impressão digital, facilitando sua identificação e diminuindo o tempo gasto no dia da votação. A Justiça Eleitoral, que é o mais rápido processo eleitoral do mundo, alcança um importante estágio de segurança com as novas urnas biométricas, já que não existem duas impressões digitais iguais no mundo, reduzindo significantemente a possibilidade de uma pessoa votar por outra.

O Mato Grosso do Sul teve o município de Fátima do Sul escolhido para participar do projeto piloto das urnas biométricas em 2008. A expectativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é que em dez anos todo o Brasil possa estar integrado no novo sistema.