MENU
Sul News
Naviraí - MS, 20/10/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Prefeita convoca aprovados em concurso, mas não fala em reajuste

DOURADOS

Foto: APARECIDO FROTA
Prefeita convoca aprovados em concurso, mas não fala em reajuste
Délia Razuk assinou decreto para convocar concursados

- Délia Razuk disse que educação teve avanço em 2017 e que prioridade é manter salários de servidores em dia -

HÉLIO DE FREITAS / CAMPO GRANDE NEWS

Sem fazer referência à decisão dos professores e administrativos de fazer um dia de paralisação na terça-feira, em protesto à falta de reajuste salarial, a prefeitura de Dourados anunciou hoje (21) a convocação de 185 profissionais do magistério aprovados em concurso público.

Através da assessoria de imprensa, a prefeita Délia Razuk (PR) disse que a educação teve avanço neste ano no município e que a prioridade, diante da crise financeira da prefeitura, é pagar o salário dos servidores em dia.

Hoje de manhã, educadores fizeram um protesto em frente à prefeitura e ameaçam iniciar uma greve por tempo indeterminado em julho se a prefeitura não conceder o reajuste de 7,64% para o piso nacional e discutir a reposição do salário dos administrativos, congelado desde 2014.

“Como mostramos aos diretores do sindicato da categoria, a Prefeitura enfrenta uma grande crise financeira, tomamos medidas duras de contenção de gastos, mas a educação é um caso a parte”, disse a prefeita ao anunciar a convocação dos 185 aprovados em  concurso do magistério e três motoristas.

Também através da assessoria, Délia afirmou que o município teve aumento de arrecadação, mas a folha de pagamento também aumentou por conta do PCCR (Planos de Cargos, Carreira e Remuneração), aprovado no ano passado e que entrou em vigor em 2017.

AVANÇO

 Apesar da falta de reajuste dos educadores – assim como ocorre com todos os servidores do município – e do atraso na entrega dos kits de material escolar e uniforme aos 27 mil alunos da rede municipal de ensino, a prefeita avalia que a educação teve um “grande avanço” de janeiro para cá.

“Foram ativados Ceims, abrindo mais vagas diretamente nestes centros de educação e mais de mil crianças da educação infantil são atendidas pelas entidades que formalizaram convênio com a prefeitura”, afirma a prefeitura.

Segundo a assessoria da prefeita, no decreto assinado hoje foram convocados 65 professores de anos iniciais, 65 de educação infantil, 13 de arte, dez de educação física, além de professores de matemática, ciências, geografia, história, língua portuguesa e coordenadores. A novidade foi a convocação de um professor específico para a educação agropecuária.

Os convocados devem se apresentar para a perícia média de 10 a 14 de julho, no Previd (Instituto de Previdência dos Servidores). A posse está marcada para 31 de julho a 4 de agosto, no auditório da prefeitura.

POUCAS VAGAS

Para a presidente do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted), Gleice Jane Barbosa, o número de convocados poderia ser maior, como a entidade já tinha solicitado à prefeita.

O Simted aponta existência de um número bem maior de “vagas puras”, que só podem ser ocupadas por concursados, e cobra a chamada para professor coordenador, como que prevê o edital do cncurso, inclusive para coordenação dos centros de educação infantil.

O Campo Grande News apurou que existem pelo menos 1.500 contratados ocupando vagas na educação que deveriam ser preenchidas por servidores concursados.