MENU
Sul News
Naviraí - MS, 25/9/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Acessibilidade é debatida na Câmara Municipal

NAVIRAÍ

Foto: BETO CORREA

BETO CORREA

Por iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD), que é presidida por Sérgio dos Santos, foi realizado na segunda-feira à noite, na Câmara Municipal, uma Mesa Redonda com a finalidade de debater a acessibilidade.

A Mesa Diretiva dos Trabalhos foi formada pelo presidente Sérgio dos Santos; Professor e Mestre Carlos Eduardo Malinowski; Prof. Me. Nério Andrade de Brida; acadêmicas do 4º ano de Direito da UEMS, Kênia Rosso e Francieli Vieira; palestrante Rodrigo Zanin, arquiteto, representando a gerente de Obras, Ana Paula Rocha; Eduardo Mendes - gerente de Administração, representando o prefeito José Izauri de Macedo; vereador Josias de Carvalho, representando o presidente Jaimir José da Silva; Yara Mitie Sakurai - representando a Anpede; Maria Elaine Bitencourt Gimenes de Souza; Fernanda Dirce Gracioso Leonel e o cabo PM Junior - representando a Policia Militar e o presidente da Associação Comercial (Acen) - Mário Nelvo.

Vale a pena ressaltar que a Mesa Redonda foi realizada numa parceria firmada com a ANPEDE, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Núcleo de Trânsito de Naviraí e gerência de Obras.

Segundo Sérgio dos Santos, “Esse projeto contou com quatro palestras, sendo duas realizadas na Escola Estadual Juracy Alves Cardoso e duas na Escola Estadual Presidente Médici e para o fechamento do mesmo, foi idealizado a Mesa Redonda”.

PALESTRANTES

O primeiro palestrante foi o Professor e Meste Carlos Eduardo Malinowski, com um extenso currículo e participação em vários seminários, palestras e encontros diversos. Em sua fala ele contou com a participação de duas acadêmicas do 4º ano de Direito, Kênia Rosso e Francieli Vieira, que mostraram com a participação de um jovem e de uma jovem, como é difícil ser portador da deficiência visual e a de locomoção.

O jovem foi levado ao fundo do plenário e teve seus olhos vendados e foi solicitado a ele que passasse no corredor e se dirigisse até a parte do plenário onde estava formada a Mesa Diretora dos trabalhos, enquanto à jovem, foi pedido que tentasse subir no mesmo local pelo lado esquerdo, onde só tem vários degraus (recentemente foi construída uma rampa no plenário da Câmara de Vereadores do lado direito).

Após tentar atender as solicitações, os dois jovens tiveram a oportunidade de explicar aos presentes o que sentiram como pessoas normais representando duas pessoas portadoras de deficiências.

DEBATES

Terminada as palestras foi iniciado um debate, proporcionando condições aos estudantes e outros presentes a formalizarem perguntas aos integrantes da Mesa Diretiva dos trabalhos.

O movimento que ocasionou as palestras com tema relacionados a acessibilidade, foi no sentido conscientizar as autoridades governamentais constituídas ao direcionar estruturas quanto no transito, quanto em edificações que possam estar oferecendo condições amplas de acessibilidade especialmente para aqueles que delas necessitam.