MENU
Sul News
Naviraí - MS, 27/4/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

HU cancela cirurgias e suspende atendimentos

CAMPO GRANDE

Foto: ANAHY GURGEL
HU cancela cirurgias e suspende atendimentos
Fachada do PAM (Pronto Atendimento Médico) do HU

- Hospital diz que comprou material, mas ele só será entregue na próxima segunda-feira (dia 10) -

LUANA RODRIGUES / CAMPO GRANDE NEWS

O Hospital Universitário de Campo Grande informou na tarde desta quinta-feira (6) que cancelou todas as cirurgias eletivas – pré-marcadas – e de urgência, e suspendeu atendimentos no PAM (Pronto Atendimento Médico) e maternidade. O motivo, segundo o hospital, é a falta de compressas cirúrgicas.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a compra do material foi feita na sexta-feira (31), quando o HU recebeu recursos do Sistema único de Saúde (SUS). No entanto, o fornecedor não tinha as compressas a para pronta-entrega e a previsão é que elas cheguem somente na próxima segunda-feira (10).

Em nota, o hospital informa que direção tentou ‘emprestar’ compressas cirúrgicas de outros hospitais de Campo Grande e do interior do Estado, além da Secretaria Municipal de Saúde,mas não teve sucesso.

“O cancelamento das cirurgias e suspensão de atendimentos a novos pacientes é medida necessária para que não haja prejuízo à assistência dos pacientes que já estão internados”, informou o hospital.

As compressas cirúrgicas são fundamentais para quaisquer procedimentos cirúrgicos, pois servem para enxugar o sangue em cirurgias e partos, permitindo aos médicos e enfermeiros realizarem os procedimentos com a melhor precisão possível.

Ainda conforme a assessoria de imprensa da unidade de saúde, as cirurgias eletivas e de urgência no Centro Cirúrgico e Obstétrico e o atendimento de novos pacientes no PAM e na maternidade devem ser normalizados na próxima segunda-feira (10), após a chegada das compressas cirúrgicas.

O hospital diz que comunicou a situação à Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde Pública, ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), a Central Estadual de Vagas, a Central Municipal de Vagas, ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul e ao Conselho Regional de Medicina.