MENU
Sul News
Naviraí - MS, 27/4/2017
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Ex-atacante Coquinho morre na madrugada

PERSONALIDADE

Foto: FERNANDO ARRUDA
Ex-atacante Coquinho morre na madrugada
Osmar Alves Côco, o ex-atacante Coquinho

- Osmar Alves Côco, o ex-atacante Coquinho, foi o principal artilheiro do Campeonato Estadual de 1977 com 22 gols -

CAMPO GRANDE NEWS

Famoso por dar nomes aos seus gols e por suas declarações provocativas aos adversários como “Coquinho em campo não tem placar em branco”, o ex-atacante Osmar Alves Coco morreu na madrugada desta sexta-feira, por volta das 3h, em Campo Grande.

As primeiras informações apuradas dão conta que Coquinho sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua residência, localizada no bairro Vilas Boas e chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), porém não resistiu e morreu.

Para seus amigos Coquinho será lembrado por ter se destacado no Comercial e pelo seu incomparável bom humor. “Encontrava com ele quase todos os dias. Era uma pessoa extremamente divertida”, disse João Cavallero, que explica que pelo bom senso de humor do amigo era difícil saber sua real idade.

Opinião que foi compartilhada por Paulo Nonato de Souza, o “Feijão”, que afirmou que Coquinho era um jogador que chamava o público para ir ao estádio. “Usava chuteiras coloridas e sempre prometia que faria gol para homenagear alguém. O interessante é que a promessa sempre era cumprida em campo”, conta.

O corpo do ex-atacante será velado no sábado (10), por volta das 8h, no cemitério Memorial Park.

HISTÓRIA

Nas décadas de 1970 e 1980 Coquinho defendeu clubes como o Comercial e o Taveirópolis. Em 1977 entrou para a história do futebol local ao marcar 22 gols no Campeonato Estadual pela Sociedade Esportiva Industriária (SEI).

Coquinho atuava como “comentarista 5 estrelas” do programa Difusora Esporte Clube, na Difusora Pantanal AM 1240 e era proprietário de uma empresa do ramo alimentício intitulada “Feijão com Arroz“, na Bom Pastor.