MENU
Sul News
Naviraí - MS, 21/2/2018
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Após virar atração por mais de um dia, oncinha é resgatada

DOURADOS

Foto: ADILSON DOMINGOS

- O animal foi atingido por vários dardos com tranquilizante, desferidos por técnicos do Imasul e do Cras de Grande -

HÉLIO DE FREITAS / CAMPO GRANDE NEWS

Terminou às 12h50 desta quarta-feira a aventura de uma onça-parda que por volta de meio-dia de terça-feira subiu em um pé de jaca na Vila Rosa, região norte de Dourados. O resgate envolveu policiais militares ambientais, homens do Corpo de Bombeiros e técnicos do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres).

Houve até confusão com moradores após um deles ameaçar agredir um policial que tentava impedir a aproximação da população ao local onde estava a onça.

Pelo menos oito disparos de dardos com tranquilizantes foram feitos para sedar o animal. Equipes vieram de Campo Grande ontem pela manhã após fracassar a tentativa de resgate feita ontem pela PMA. O último procedimento foi chamar um caminhão usado para manutenção na iluminação pública para se aproximar da onça e fazer a imobilização.

A onça estava a uma altura de pelo menos 15 metros. Após a aproximação de um técnico levado pelo “braço basculante” do caminhão, a onça caiu no quintal de uma casa vizinha e foi capturada, como mostra o vídeo abaixo. A altura em que estava o animal dificultou o resgate, já que os dardos disparados com anestésico demoraram para surtir efeito.

Mesmo grogue por causa do sedativo, o animal permanecia na árvore e só caiu após ser cutucada pela equipe de resgate. Policiais ambientais usaram uma tela para absorver o impacto do animal no chão.

CONFUSÃO

Dezenas de moradores se aglomeraram perto do local e chegaram a escalar muros para tentar se aproximar do animal após a captura. Teve até um princípio de confusão após um morador tentar acertar com um capacete um policial militar ambiental que impedia a invasão ao local onde estava o animal. O suspeito fugiu correndo, foi perseguido pela polícia e detido.

A onça virou atração turística. Moradores até do outro lado da cidade foram até o local para fotografar a onça e postar nas redes sociais. Também sobraram críticas ao trabalho da Polícia Militar Ambiental (PMA) pela demora na captura da onça.

Após ser capturada, a onça foi colocada em uma jaula e foi levada para o laboratório de veterinária de uma universidade de Dourados, para ser examinada. Só após a avaliação os técnicos vão decidir se haverá necessidade de levar o animal para o Cras em Campo Grande.