MENU
Sul News
Naviraí - MS, 18/1/2018
Hoje: Máx 0°C / Mín 0°C

Homem é preso por pescar e vender peixes na piracema

IVINHEMA

Foto: DIVULGAÇÃO
Homem é preso por pescar e vender peixes na piracema
O pescado será doado para entidades filantrópicas

- A época proibida para pesca nos rios de Mato Grosso do Sul começou no dia cinco de novembro e vai até 28 de fevereiro -

MIRIAM MACHADO

Um homem de 37 anos, mirador em Ivinhema, foi preso e multado pela Polícia Militar Ambiental (PMA) na manhã de sábado, por pescar e comercializar o pescado capturado durante o período da piracema. A autuação foi feita pela Polpicia Militar Ambiental (PMA) de Bataiporão.

Os policiais tinham recebido a denúncia de que o homem pescava e comercializava os peixes na sua casa. A PMA foi até o local e encontrou um freezer com dez quilos de pescado. Os peixes apresentavam marcas de terem sido capturados com redes de pesca, que também é um petrecho proibido.

O pescado e o freezer foram apreendidos e o homem foi preso e encaminhado à Delegacia. Ele responderá por crime ambiental de pesca e comercialização de produto de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. O homem ainda foi multado em R$ 900.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, depois de periciado, o pescado será doado para instituições filantrópicas.

PIRACEMA

Vai até o dia 28 de fevereiro o período da piracema em que é proibido pescar em qualquer rio de Mato Grosso do Sul. Segundo o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), é nesse período que os peixes sobem para os rios em direção às cabeceiras para a desova. Essa proibição tem o objetivo de garantir a reprodução e o povoamento dos rios.

Só é permitida a pesca exercida por pescador profissional artesanal, ou morador ribeirinho, para consumo e mesmo assim no máximo de três quilos diários ou um exemplar de qualquer peso, respeitando sempre os tamanhos mínimos de cada espécie.